Detalhes da atualização de 14/2/2017

[ SERVIDORES ]
– Foi reduzida a utilização de memória por cliente ao partilhar buffers de rede.
– Os buffers delta de entidades foram aumentados para 192Kb para suportar a ligação a modos de jogo com demasiadas entidades (sv_delta_entity_full_buffer_size no servidor pode ser usado para aumentar para 256Kb, se necessário).
– Foi adicionada uma mensagem de erro melhor para utilizadores a explicar o erro de demasiadas entidades no servidor.
– Foi adicionada mais funcionalidade para integração de endereços de logs comunitários.
– Os endereços de logs podem ser enviados sob a forma de um prefixo de 18 caracteres antes de cada texto de packet log.
– O comando logaddress_add_ex vai utilizar um token de prefixo único por instância para o endereço de log adicionado.
– Os comandos logaddress_token_secret e logaddress_add_ts permitem adicionar um prefixo como uma checksum de uma cadeia conhecida de caracteres secretos.
– Foi adicionada a mensagem “killed by the bomb” aos logs.

[ GERAL ]
– As equipas podem agora votar em assuntos de equipa independentemente.
– Foi resolvido um problema em que as mangas interpenetravam nas luvas.
– Os valores de brilho dos jogadores visíveis por espectadores foram ajustados para tornar transições de estados mais percetíveis.

[ OSX ]
– Correção de artefactos de limite (boundary artifacts) CSM no Macbook Pro com Iris.

[ MAPAS ]
– Overpass
— Foi adicionada uma área obstruída ao teto por baixo do local de bomba A e dentro do conector para impedir que os molotovs se espalhassem para as áreas em cima.

– Cobblestone
— Foi removida uma trave do drop room (a divisão para onde os terroristas podem cair, na direção do local B), que obstruía a visão para a porta.

– Nuke
— Era possível espreitar por um espaço específico ao saltar, algures entre a base dos CTs e a área Mini. Esta situação foi resolvida.
— Foram corrigidos vários bugs comunicados na página CSGOBugTracker.com

– Cache
— Foi corrigida a distância de desvanecimento do modelo do camião na base dos CTs