Detalhes da atualização de 25/10/2016

[CS:GO]
– Feliz Dia das Bruxas!

[GERAL]
– Foi consertada uma regressão em que a câmara dos jogadores não desvanecia para preto depois de morrerem com mp_forcecamera 1.
– Foi adicionada a opção de aceitar pedidos de amizade a partir do menu principal do CS:GO e de enviar pedidos de amizade a partir da tabela de pontuações durante partidas.
– Foi resolvido um problema em que os jogadores por vezes não eram colocados corretamente na fila de matchmaking competitivo na primeira pesquisa efetuada após iniciarem o CS:GO, que exigia que os jogadores parassem a pesquisa e a iniciassem novamente (Agradecimentos a “Trip” por nos ajudar em diagnosticar o problema).
– Foram consertadas algumas instâncias em que estavam a ser aplicadas em sons reverberações incorretas ou ausentes.
– A latência aos centros de dados oficiais é agora sempre medida usando o protocolo Steam Datagram Relay.
– Uma condenação temporária por comportamento perturbador aplicada pelo sistema da Vigilância (Overwatch) irá a partir de agora tornar-se numa condenação permanente caso o suspeito tenha sido condenado temporariamente no passado por comportamento perturbador.

[MAPAS]
Cache
– Pequenas correções de erros.

Inferno
– Foi adicionado um segundo lanço de escadas no local de bomba A.
– Foi melhorada a consistência dos ressaltos das granadas em janelas próximas da varanda, pátio e barraco do local de bomba A e apartamentos do lado dos Terroristas na direção da ponte.
– Agora as balas podem atravessar os canos no caminho subterrâneo.
– As escadas estão agora mais próximas do cemitério para criar mais espaço para os jogadores defensores.
– O shader da água da fonte é agora menos intenso para fins de renderização se o jogo estiver configurado com as definições de qualidade gráfica mais baixas.
– Foi removida a possibilidade de ver o nome pelo espaço entre o pilar e a parede do barraco.
– Foram resolvidos vários erros gráficos e de movimento.
– Foi ajustada a interação de granadas com o portão aberto perto do local de bomba A.

Vigilância – Fase Beta terminou

Desde o lançamento da Operação Bloodhound, os jogadores de CS:GO têm andado ocupados a subir o nível dos seus perfis do CS:GO. Descubram abaixo o que vos espera, juntamente com ajustes ao programa da Vigilância, matchmaking e o sistema de elogios.

Medalha de Serviço


Conseguiram chegar tão longe, mas ainda há um caminho longo a percorrer.

Quanto alcançarem a patente de General Global (ou seja, Nível 40 no perfil CS:GO), terão a oportunidade de reiniciar o nível do vosso perfil, ou seja, colocá-lo a nível 1 novamente. Em troca, receberão a Medalha de Serviço 2015, uma condecoração que pode ser vista de perto e será visível sempre que o vosso avatar for apresentado.

Matchmaking

A partir de hoje, os jogadores precisarão de um nível de perfil específico antes de poderem aceder ao Matchmaking Competitivo. Atualmente, o Matchmaking Competitivo só estará disponível a partir do nível ‘Soldado’ 3. Continuaremos a ponderar este requisito ao longo do tempo.

A Vigilância saiu da fase Beta

Ajudar a comunidade do CS:GO tornou-se numa atividade um pouco mais recompensadora. Os Investigadores da Vigilância agora têm a oportunidade de ganhar uma recompensa de XP ao enviarem um número suficiente de vereditos certeiros na participação do programa da Vigilância (Overwatch).

Quando tiverem uma recompensa disponível, serão notificados no menu principal. Podem obter a vossa recompensa quando completam uma partida, no momento de receber XP, em qualquer modo de jogo oficial.

Além disso, a partir de agora, se um jogador que vocês denunciaram for banido, vocês receberão uma notificação.

Desempenho louvável


Que tipo de jogadores vocês são? Um líder espontâneo? Um bom professor? Ou apenas um jogador amigável? Na tabela de pontuações, poderão agora ver quem na vossa equipa recebeu mais elogios para cada uma dessas categorias.

Atualização de 29/05/2013: Casos, medalhas e cartas

Primeiro, gostaríamos de agradecer aos nobres utilizadores da comunidade do CS:GO que se voluntariaram para serem Investigadores no nosso programa da Vigilância, ainda na fase Beta. Para aqueles que ainda não sabem do que estamos a falar, a “Vigilância” (ou “Overwatch”, em inglês, como preferirem), dá à comunidade do CS:GO os poderes necessários para denunciar, analisar e banir temporariamente jogadores problemáticos e consistentemente perturbadores. De acordo com os nossos dados, esta experiência tem tido um grande sucesso até agora. (Mais detalhes disponíveis no artigo das Perguntas frequentes sobre a Vigilância/Overwatch.)

Até agora, os Investigadores da Vigilância têm encontrado provas de comportamentos indevidos em 90% dos casos mais denunciados, sendo a decisão final unânime na vasta maioria dos casos. Para além dos nossos casos de teste, também adicionámos recentemente demonstrações de jogadores do CS:GO profissionais (especialmente dos NiP e dos Quantic) aos casos disponíveis. Cada caso de teste tem sido corretamente classificado como tendo “Provas Insuficientes”. Nenhum veredito falso foi dado.

E mudando de assunto, já devem ter reparado que a fase beta do programa de Cartas Colecionáveis do Steam começou umas semanas atrás. Desde então, mais de 20.000 medalhas do CS:GO foram criadas a partir de mais de 120.000 cartas colecionáveis! Estamos muito agradecidos a todos vocês que aderiram à beta das Cartas Colecionáveis do Steam.

Hoje vamos atualizar as imagens das cartas e das medalhas para uma versão final. Aqui estão as novas medalhas do Steam. Digam-nos o que acham.

csgobadges

Perguntas Frequentes sobre a Vigilância do CS:GO

CSGO Overwatch FAQ

O que é a Overwatch (Vigilância)?

A Vigilância é um método de regulação para a comunidade do CS:GO, usado por jogadores qualificados e experientes (‘investigadores‘) para analisarem denúncias de comportamento indevido, determinarem se as denúncias são válidas e banirem temporariamente jogadores, se necessário.

Como funciona a Vigilância?

Será apresentado aos investigadores mais promissores para a Vigilância um botão no menu principal, que indica quando há um caso pendente para eles avaliarem. Os investigadores podem então escolher participar assistindo a uma repetição (oito rondas de uma partida, cerca de 10 minutos) e decidindo um veredito.

Se os investigadores concordarem coletivamente que ocorreu uma infração, o jogador será banido. A duração do banimento dependerá da severidade da infração e do histórico de condenações, se alguma ocorreu.

Como são selecionados os investigadores?

Os investigadores são selecionados com base na atividade deles no CS:GO (vitórias no modo competitivo, quantos anos tem a conta, horas de jogo, Grupo de Habilidade, número escasso de denúncias recebidas, etc.) e, se disponível, na pontuação e no nível de participações anteriores na Vigilância (proporcional à sua competência enquanto investigadores). Os membros da Comunidade que têm um nível alto de atividade e uma pontuação de Vigilância alta receberão mais casos em que poderão participar.

Que provas estão disponíveis para os investigadores?

Os investigadores assistem a uma repetição de um segmento de oito rondas selecionado à sorte de uma partida do jogador acusado, e a tarefa deles é determinar se esse jogador cometeu alguma infração durante essa repetição. O suspeito é referido como “O Suspeito” e os nomes dos outros jogadores foram substituídos. Todas as conversações de voz e texto são omitidas. Espera-se que o investigador possa chegar a uma conclusão com base apenas nas ações do suspeito.

Como chega um jogador a ser analisado pela Vigilância?

O sistema contém repetições de jogadores cujo número de vezes denunciados ultrapassa ou destaca-se do normal. Eles podem ter subitamente um número alto de denúncias, ou podem ter-se acumulado denúncias referentes a esses jogadores durante um longo período de tempo. Além disso, um jogador pode aparecer numa repetição de um caso de teste que recebeu anteriormente um veredito de inocente. Estes casos são por vezes apresentados aleatoriamente e usados exclusivamente para ajudarem o sistema a classificar os investigadores (o veredito nos casos de teste não resultará em qualquer ação contra o suspeito).

Quais são as acusações e os vereditos possíveis?

Existem quatro acusações distintas a ser avaliadas que abrangem os tipos de infração principais. Cada acusação tem dois vereditos possíveis: ‘Provas Insuficientes’ e ‘Culpado sem margem para dúvidas’. Além disso, um investigador pode escolher ‘Adiar’ uma análise e voltar à mesma numa data futura sem ter de decidir um veredito.

O que acontece no fim de um caso?

Para cada acusação, se o sistema determinar que a decisão coletiva dos investigadores convergir num veredito unânime, então o caso será encerrado e todas as decisões no caso irão determinar o veredito final. Se os vereditos decidirem maioritariamente que as provas são insuficientes ou inconclusivas, o caso será excluído.

Podem as decisões de um investigador ter mais influência do que as de outro?

Sim. Um investigador com uma melhor pontuação terá mais influência do que um investigador com uma pontuação inferior.

Como são os investigadores classificados? O que é a pontuação de um investigador?

A pontuação na Vigilância representa a competência de um investigador em julgar consistentemente e rigorosamente as provas analisadas, por acusação, tanto em casos reais como em casos de teste. Os investigadores ganham uma pontuação positiva ao concordarem com a maioria dos vereditos de outros investigadores na mesma repetição, e ganham uma pontuação negativa se forem a minoria. A pontuação é maior quando a maioria dos investigadores está de acordo, e menor quando não está. Devido ao ocasional caso de teste incluído na lista de casos, a única maneira de aumentar a pontuação na Vigilância é visualizando com atenção a repetição inteira e tomando uma decisão prudente e rigorosa com base nas provas fornecidas.

Como é que me posso tornar num investigador?

Atualmente, a melhor maneira é jogando bastantes partidas através do nosso matchmaking Competitivo. Estamos a adicionar lentamente jogadores ao grupo de investigadores e a adicioná-los aleatoriamente mas de acordo com o tempo de jogo e nível de habilidade deles. O objetivo é convidar o maior número de investigadores talentosos possível.

Eu não sou um investigador, como posso ajudar?

Denuncia jogadores com comportamentos perturbadores. As denúncias aumentam o número de casos analisados, e boas denúncias resultam em casos eficientes para analisar. Para fazeres uma denúncia, abre a tabela de pontuações, usa as setas para navegares pela lista de jogadores e pressiona Enter para abrires o painel de um jogador.

Não vão os jogadores medíocres condenar erroneamente os jogadores talentosos?

Não é necessário que um jogador seja excecionalmente talentoso para poder ser um bom investigador da Vigilância. Por exemplo, é de se esperar que comentadores sejam bons investigadores independentemente do nível de habilidade deles, já que têm experiência em observar partidas competitivas.

Cada investigador novo irá entrar no sistema com uma pontuação baixa, que só irá aumentar com base na precisão dos seus vereditos. Este processo dá a todos uma chance de participar enquanto assegura que os melhores investigadores trazem resultados.

Desde que implementámos o sistema da Vigilância, temos vindo a analisar extensivamente as pontuações dos Investigadores da Vigilância. Não há nenhuma diferença sistemática nas pontuações da Vigilância entre investigadores que jogam em grupos de habilidade elevada, média e baixa.

Porque é que as repetições das provas estão por vezes trémulas?
Anteriormente, a interpolação, que é usada para suavizar a transição entre as posições conhecidas dos jogadores, resultava em algumas situações em que o suspeito aparentava conseguir matar um adversário enquanto apontava ligeiramente para fora do alvo, apesar de estar de facto a apontar para o sítio devido. Enquanto investigamos soluções suaves e precisas, a interpolação do alvo do suspeito foi removida nas repetições da Vigilância para representar mais precisamente o ponto de vista do suspeito no ato de matar alguém. Isto pode resultar por vezes numa repetição mais trémula.
O suspeito está a insultar/perturbar outra pessoa que também o fez primeiro. É o suspeito mesmo assim culpado de ter um comportamento perturbador?
Sim, sem dúvida. Ter um comportamento perturbador como vingança pode ser simplesmente resultado de um erro acidental ou pode gerar a reação que o infrator inicial pretendia. Além disso, coloca o jogador insultado em risco de ser condenado por insultar de volta. Não há desculpa para falta de desportivismo e é do teu dever enquanto Investigador reforçar os melhores ideais.
Aqueles que têm um comportamento abusivo/que fazem batota recebem as mesmas penalidades quando são condenados?
Não. A penalidade atribuída a um suspeito é proporcional ao comportamento do mesmo. Os suspeitos que forem condenados de comportamento abusivo (insultar e perturbar outros jogadores, por exemplo) receberão uma suspensão moderada, enquanto que os batoteiros (aqueles que usarem cheats e programas externos inapropriados) serão impedidos de jogar o jogo por completo. Como sempre, a melhor maneira de melhorar o comportamento dos jogadores é denunciando jogadores infratores sempre que os vires no jogo.
Posso ganhar XP por participar na Vigilância?

Sim. Podes ganhar XP ao enviares vereditos precisos nos teus casos. Depois de vários dos teus casos serem resolvidos, receberás uma recompensa de XP com base na precisão geral dos teus vereditos recentes, ajustada pela tua pontuação de Investigador da Vigilância.

Podes receber a tua recompensa ao completares partidas e ganhando XP em qualquer modo de jogo oficial.

Existe alguma relação entre o Grupo de Habilidade competitivo de um jogador e a sua capacidade como Investigador da Vigilância?
Não. Desde que implementámos o sistema da Vigilância, temos vindo a analisar extensivamente as pontuações dos Investigadores da Vigilância. Não há nenhuma diferença sistemática nas pontuações da Vigilância entre investigadores que jogam em grupos de habilidade elevada, média e baixa.