Manter as coisas competitivas

Voltámos do incrível StarLadder Major de Berlim. Enquanto as equipas estavam ocupadas com partidas que quebraram recordes, a comunidade também esteve ocupada: os lucros das vendas dos itens deste Major excederam os 11 milhões de dólares, que serão distribuídos entre as equipas e os jogadores participantes!

Durante o Major, reparámos no que a comunidade tem andado a discutir sobre as ligas, direitos de transmissão e o futuro dos eventos do CS:GO, e apesar de normalmente não nos intrometermos neste tipo de conversas, há alguns detalhes que gostaríamos de esclarecer para garantirmos que estamos todos de acordo.

Ligas

Disponibilizamos licenças gratuitas para organizar torneios de CS:GO porque queremos que organizadores externos tenham liberdade para criar valor para os nossos clientes. Normalmente, esse valor vem da experimentação: organizadores de torneios fazem experiências com a apresentação, tecnologia, formatos, recintos, etc. Apoiamos experiências com ambição suficiente para identificar oportunidades novas e interessantes, mas não tão ambiciosas ao ponto de, se falharem, o ecossistema terá muitas dificuldades em se recuperar. Com isto em mente, há dois assuntos com os quais estamos preocupados:

Exclusividade

Notámos recentemente em indícios de uma certa forma de exclusividade, em que equipas que competem num evento específico eram restringidas de participar nos eventos de outro organizador. Este tipo de exclusividade é uma experiência que pode causar dano a longo prazo. Para além de impedir outras equipas de competirem, a exclusividade impede outros eventos de manterem o funcionamento do ecossistema do CS:GO se um único evento falhar. Atualmente, não estamos interessados em fornecer licenças para eventos que proíbem as equipas de participar noutros eventos.

Propriedade partilhada

Alguns anos atrás, começámos a falar com jogadores, equipas e organizadores de torneios sobre a importância de evitar conflitos de interesses em Majors do CS:GO. A nosso ver, existe um conflito de interesses quando um torneio, equipa ou jogador tem uma relação financeira com qualquer outra equipa participante (ou os jogadores desta). Isto inclui a propriedade de várias equipas, ligas com propriedade partilhada por parte de várias equipas ou essencialmente qualquer motivo financeiro para dar preferência à vitória de uma equipa sobre outra. Em eventos públicos, como os Majors, as equipas com tais acordos comerciais podem ter um interesse financeiro (direto ou indireto) no sucesso das equipas com quem estão a competir.Para que os jogadores, equipas e organizadores de torneios possam participar em Majors, requeremos que eles confirmem a inexistência de conflitos de interesses ou, se tais conflitos existirem, os revelem e façam os possíveis para solucioná-los. Este requisito não é novo, mas achámos importante voltar a mencioná-lo dados os eventos mais recentes. Os termos exatos deste requisito podem ser consultados mais abaixo.

Direitos de transmissão

Outro ponto que vimos a ser discutido durante o Major foi a capacidade de membros da comunidade para transmitir o Major. Ao longo do ano, os organizadores de torneios usaram os seus eventos para formar relações com patrocinadores e parceiros na imprensa. Quando chega a época dos Majors, achamos importante que essas relações existentes não sejam rompidas. Por este motivo, o organizador do Major tem sempre sido o único com uma licença para transmitir o Major.

Porém, esperamos que os nossos parceiros dos Majors sejam o mais inclusivos possível. É suposto que os organizadores de Majors colaborem com streamers para que espectadores tenham acesso a conteúdo alternativo com valor e noutros idiomas, seja através de streams oficiais ou não oficiais. Quem quiser oferecer uma perspetiva original num stream alternativo do Major deve entrar em contacto com o organizador do Major com antecedência para garantir uma boa experiência para todos os envolvidos.

Mais detalhes sobre conflitos de interesses

Estes são os termos com os quais os jogadores e as equipas devem concordar antes de se inscreverem num Major:

As equipas e os jogadores não devem ter interesse financeiro no sucesso de qualquer equipa adversária. Para poderem participar neste torneio, os jogadores e as equipas têm de afirmar que não têm nenhuma ligação comercial (incluindo, mas não limitado a, gestão partilhada, propriedade partilhada de entidades, licenciamento e empréstimos) com qualquer outra equipa participante ou os seus jogadores. Se equipas ou jogadores tiverem um acordo ou negócio combinado que possa ser preocupante, então devem entrar em contacto com a equipa de desenvolvimento do CS:GO para que este assunto possa ser discutido.

“Eu não estou atualmente ciente de qualquer conflito de interesses que eu possa ter com outra equipa participante ou qualquer jogador de outra equipa participante. Se eu atualmente tiver um conflito de interesses, ou me aperceber de um durante o evento, irei de imediato comunicar todos os detalhes à equipa de desenvolvimento do CS:GO acerca do carácter da minha relação com o(s) outro(s) jogador(es), juntamente com um plano para solucionar o problema no futuro. Compreendo que não comunicar o meu conflito de interesses pode resultar na minha própria desqualificação do evento e/ou perda das receitas.”

Para além dos jogadores, o organizador do torneio aceita a seguinte cláusula no acordo do Major:

Qualquer Licenciado ou membro da entidade organizadora do Torneio não pode ter uma ligação comercial (incluindo, mas não limitado a, gestão partilhada, propriedade partilhada de entidades, licenciamento e empréstimos) com qualquer equipa participante ou os seus jogadores. No caso de um Licenciado tiver alguma ligação comercial com qualquer jogador ou equipa, então o Licenciado deverá revelá-la por escrito (incluindo uma descrição do carácter do conflito) à Valve a partir da Data Efetiva e a qualquer momento durante o Termo quando tal ligação acontecer. Ao seu critério exclusivo, reserva-se à Valve o direito de a) exigir que o Licenciado trate da ligação comercial e a anule ou b) rescindir o Acordo sem qualquer custo ou penalidade.

Acreditamos que evitar conflitos de interesses é um passo importante para garantir uma competição justa e honesta, e como tal não estamos a planear alterar estes requisitos de participação num Major.