Suppressive Fire!


Today we are removing two weapons from Competitive Matchmaking (the R8 Revolver and the Negev) as we make significant changes to them, and we are shipping some new features to help you build your social network as you play CS:GO.

For you Five Year Veteran Coin holders, there’s also an opportunity to preorder a physical coin to add to your collection.

Limited Exposure

We’re making changes to the R8 Revolver and the Negev, and for the time being those weapons will not be available in Competitive Matchmaking. Now players can have fun with them in the game without impacting competitive play.

R8 Revolver – The firing delay on the Revolver has been significantly reduced, but otherwise the weapon has the same high-powered shot with great mobility.

Negev – The Negev has received a more significant rework, receiving traits that promote suppressing the enemy. Wild at first, the Negev’s shots settle over time into a deadly controllable beam.

Five Year Veteran Coin

Collectors, if you’ve got the Five Year Veteran Coin in your inventory, you’re eligible to pre-order a physical version of the collectible coin!

The Collectible Five Year Coin is made of die cast zinc alloy and comes in a wooden display box with a magnetic closure. Display it in the box (ready to hang on your wall) or standalone with the included acrylic display stand.

To get started you can visit the pre-order page, and if you’d like more details you can visit the FAQ.

Building Relationships

Join your friends and make some new ones. The Friends Panel on the Main Menu has been updated to provide a bit more information about your incoming and outgoing friend requests, along with an all new panel displaying the teammates you’ve encountered during your recent matches.

Uma viagem aos canais


Canals é um mapa novo do CS:GO, que tem lugar numa cidade histórica italiana. Duas atrações turísticas importantes estão sob ameaça por um grupo internacional de terroristas conhecidos como Phoenix, e a SEAL Team 6 foi chamada para impedi-los.


O mapa foi criado com base em ambientes do mundo real que dão a cada área o seu próprio estilo arquitetónico e jogabilidade, produzindo assim uma disposição inconvencional. O lado dos CTs é constituído por uma vasta área aberta enquanto que o território controlado pelos Terroristas é rodeado por espaços mais pequenos, proporcionando assim várias maneiras de chegar a cada local de bomba.


Os locais de bomba requerem táticas e armas diferentes para cada equipa. O local A situa-se no território aberto dos CTs e promove o uso de granadas de fumo e espingardas, enquanto que o local B situa-se no interior, onde submetralhadoras e caçadeiras serão mais úteis.


O canal abaixo do local B também permite uma aproximação mais silenciosa para a área controlada pelos CTs e o local A. Esta área tem bastantes opções de cobertura, o que dificulta o domínio dos CTs.


Apesar do mapa ser baseado num sítio do mundo real, a estética foi propositadamente refinada e desobstruída para uma melhor visibilidade dos jogadores. Além disso, muitos dos modelos do ambiente foram criados de forma modular para que possam ser reutilizados facilmente por criadores de mapas da comunidade.


Estamos ansiosos por ver como o mapa é recebido pelos jogadores. Assim como no lançamento de mapas anteriores, ouvir o feedback da comunidade irá ajudar-nos a efetuar melhorias no futuro.

O renascimento da fénix

Na atualização de hoje, também realizamos algumas melhorias visuais ao modelo do terrorista da Phoenix. Assim como a melhoria recente que fizemos ao modelo do contraterrorista da SAS, os ajustes centram-se em preservar o discernimento da personagem e melhorar a fidelidade visual.

A Caixa Spectrum

Apresentamos a Caixa Spectrum, que inclui 17 skins de armas criadas pela comunidade. Nesta caixa, o item especial raro será da segunda geração de facas com as skins da coleção Chroma.

PGL Major Krakow 2017

É com entusiasmo que hoje anunciamos o PGL Major Krakow 2017, o próximo torneio principal de CS:GO que terá lugar na Cracóvia, na Polónia, e que será organizado pela PGL.

O evento de oito semanas decorrerá de 1 de junho a 23 de julho, começando com um campeonato regional asiático e culminando na partida final do Major na Tauron Arena, na Cracóvia.

Representantes de várias regiões

Tudo começa no dia 1 de junho, com um campeonato regional da Ásia, seguido pelo campeonato regional das Américas (8 de junho), da Comunidade dos Estados Independentes (8 de junho) e da Europa (15 de junho). Em cada campeonato regional, oito equipas vão competir pela chance de ganhar uma parte de um prémio de 50.000$ e avançar para o campeonato principal (o Major).

Apurar os desafiadores

No dia 29 de junho, as duas melhores equipas de cada campeonato regional irão jogar numa eliminatória em LAN, onde irão enfrentar as oito piores equipas do passado Major de Atlanta. Ao longo de quatro dias, estas equipas vão dar tudo por tudo para determinar qual metade se tornará no grupo de Equipas Desafiadoras do Major, e qual metade vai para casa de mãos a abanar.

O confronto final

No passado mês de janeiro, em Atlanta (EUA), os Astralis triunfaram sobre 15 equipas e tornaram-se nos atuais campeões de CS:GO. A equipa deles e outras 7 finalistas do torneio de Atlanta são as Equipas Lendárias que conseguiram um convite direto para o Major na Cracóvia.

O PGL Major Krakow 2017 começa no dia 16 de julho e contará com estas equipas Desafiadoras e Lendárias a competir por uma parte do prémio total de 1.000.000$ e pelo título de campeões perante milhões de fãs e espectadores de todo o mundo.

A partir de 16 a 19 de julho, todas as 16 equipas vão competir numa fase de grupos para apurar quais avançam para os playoffs. No dia 21 de julho, as novas Equipas Lendárias avançarão para o evento principal na Tauron Arena, tendo a final lugar no dia 23 de julho.

O PGL Major Krakow 2017:

1 a 4 de junho – Campeonato regional da Ásia
8 a 11 de junho – Campeonato regional da Comunidade dos Estados Independentes
8 a 11 de junho – Campeonato regional das Américas
15 a 18 de junho – Campeonato regional da Europa
29 de junho a 2 de julho – Eliminatórias LAN para o Major
16 a 19 de julho – Fase de grupos do Major
21 a 23 de julho – Playoffs do Major

Mais detalhes sobre este evento podem ser encontrados na seguinte página: major.pglesports.com

Até depois, Dust II

Agora que o campeonato de CS:GO na ELEAGUE acabou (parabéns aos Astralis!), vamos fazer umas mudanças nos grupos de mapas: o Inferno voltou ao grupo de Serviço Ativo, substituindo o Dust II, e será jogado no próximo Major de CS:GO. Como anteriormente, o grupo de Serviço Ativo atualizado é selecionado automaticamente ao entrar no Matchmaking.*

E nos modos de jogo Casual e Deathmatch, é agora mais fácil jogar nos vossos mapas favoritos. Os grupos de mapas foram divididos em mais categorias: Serviço Ativo, Missões de Reféns, Reserva e Dust II.

*(Não se preocupem, agora é mais fácil do que nunca jogar no Dust II. O mapa está agora mesmo no centro do menu de seleção de mapas para o modo competitivo.)

Atlanta 2017 – Campeões


Parabéns aos Astralis, os vencedores do ELEAGUE Atlanta 2017! Eles levam para casa 500.000$ do prémio total de 1.000.000$. Esta é a primeira vez que a equipa vence um Major.

A equipa Astralis ganhou no formato melhor de 3 contra a equipa Virtus.Pro, ao vencer no mapa Overpass (16-14) e depois no mapa Train (16-14). Se vocês perderam qualquer uma das partidas ou querem ver os destaques, podem fazer o download de todas as partidas no separador ELEAGUE Atlanta 2017, situado no menu ASSISTIR (WATCH).

Gostaríamos de agradecer a todas as equipas, a toda a gente da ELEAGUE e à maioria da comunidade do CS:GO por possibilitarem a organização deste torneio.

Uma viagem aos canais


Canals é um mapa novo do CS:GO, que tem lugar numa cidade histórica italiana. Duas atrações turísticas importantes estão sob ameaça por um grupo internacional de terroristas conhecidos como Phoenix, e a SEAL Team 6 foi chamada para impedi-los.


O mapa foi criado com base em ambientes do mundo real que dão a cada área o seu próprio estilo arquitetónico e jogabilidade, produzindo assim uma disposição inconvencional. O lado dos CTs é constituído por uma vasta área aberta enquanto que o território controlado pelos Terroristas é rodeado por espaços mais pequenos, proporcionando assim várias maneiras de chegar a cada local de bomba.


Os locais de bomba requerem táticas e armas diferentes para cada equipa. O local A situa-se no território aberto dos CTs e promove o uso de granadas de fumo e espingardas, enquanto que o local B situa-se no interior, onde submetralhadoras e caçadeiras serão mais úteis.


O canal abaixo do local B também permite uma aproximação mais silenciosa para a área controlada pelos CTs e o local A. Esta área tem bastantes opções de cobertura, o que dificulta o domínio dos CTs.


Apesar do mapa ser baseado num sítio do mundo real, a estética foi propositadamente refinada e desobstruída para uma melhor visibilidade dos jogadores. Além disso, muitos dos modelos do ambiente foram criados de forma modular para que possam ser reutilizados facilmente por criadores de mapas da comunidade.


Estamos ansiosos por ver como o mapa é recebido pelos jogadores. Assim como no lançamento de mapas anteriores, ouvir o feedback da comunidade irá ajudar-nos a efetuar melhorias no futuro.

O renascimento da fénix

Na atualização de hoje, também realizamos algumas melhorias visuais ao modelo do terrorista da Phoenix. Assim como a melhoria recente que fizemos ao modelo do contraterrorista da SAS, os ajustes centram-se em preservar o discernimento da personagem e melhorar a fidelidade visual.

A Caixa Spectrum

Apresentamos a Caixa Spectrum, que inclui 17 skins de armas criadas pela comunidade. Nesta caixa, o item especial raro será da segunda geração de facas com as skins da coleção Chroma.

PGL Major Krakow 2017

É com entusiasmo que hoje anunciamos o PGL Major Krakow 2017, o próximo torneio principal de CS:GO que terá lugar na Cracóvia, na Polónia, e que será organizado pela PGL.

O evento de oito semanas decorrerá de 1 de junho a 23 de julho, começando com um campeonato regional asiático e culminando na partida final do Major na Tauron Arena, na Cracóvia.

Representantes de várias regiões

Tudo começa no dia 1 de junho, com um campeonato regional da Ásia, seguido pelo campeonato regional das Américas (8 de junho), da Comunidade dos Estados Independentes (8 de junho) e da Europa (15 de junho). Em cada campeonato regional, oito equipas vão competir pela chance de ganhar uma parte de um prémio de 50.000$ e avançar para o campeonato principal (o Major).

Apurar os desafiadores

No dia 29 de junho, as duas melhores equipas de cada campeonato regional irão jogar numa eliminatória em LAN, onde irão enfrentar as oito piores equipas do passado Major de Atlanta. Ao longo de quatro dias, estas equipas vão dar tudo por tudo para determinar qual metade se tornará no grupo de Equipas Desafiadoras do Major, e qual metade vai para casa de mãos a abanar.

O confronto final

No passado mês de janeiro, em Atlanta (EUA), os Astralis triunfaram sobre 15 equipas e tornaram-se nos atuais campeões de CS:GO. A equipa deles e outras 7 finalistas do torneio de Atlanta são as Equipas Lendárias que conseguiram um convite direto para o Major na Cracóvia.

O PGL Major Krakow 2017 começa no dia 16 de julho e contará com estas equipas Desafiadoras e Lendárias a competir por uma parte do prémio total de 1.000.000$ e pelo título de campeões perante milhões de fãs e espectadores de todo o mundo.

A partir de 16 a 19 de julho, todas as 16 equipas vão competir numa fase de grupos para apurar quais avançam para os playoffs. No dia 21 de julho, as novas Equipas Lendárias avançarão para o evento principal na Tauron Arena, tendo a final lugar no dia 23 de julho.

O PGL Major Krakow 2017:

1 a 4 de junho – Campeonato regional da Ásia
8 a 11 de junho – Campeonato regional da Comunidade dos Estados Independentes
8 a 11 de junho – Campeonato regional das Américas
15 a 18 de junho – Campeonato regional da Europa
29 de junho a 2 de julho – Eliminatórias LAN para o Major
16 a 19 de julho – Fase de grupos do Major
21 a 23 de julho – Playoffs do Major

Mais detalhes sobre este evento podem ser encontrados na seguinte página: major.pglesports.com

Detalhes da atualização de 16/2/2017

[ GERAL ]
– Foi resolvido um problema em que os ícones de capacete e armadura de companheiros de equipa não apareciam para jogadores mortos.
– Foram resolvidos alguns problemas de bloqueios em clientes e servidores de partidas.
– Foi resolvido um problema em que vários ícones de proezas não estavam a aparecer.

Detalhes da atualização de 14/2/2017

[ SERVIDORES ]
– Foi reduzida a utilização de memória por cliente ao partilhar buffers de rede.
– Os buffers delta de entidades foram aumentados para 192Kb para suportar a ligação a modos de jogo com demasiadas entidades (sv_delta_entity_full_buffer_size no servidor pode ser usado para aumentar para 256Kb, se necessário).
– Foi adicionada uma mensagem de erro melhor para utilizadores a explicar o erro de demasiadas entidades no servidor.
– Foi adicionada mais funcionalidade para integração de endereços de logs comunitários.
– Os endereços de logs podem ser enviados sob a forma de um prefixo de 18 caracteres antes de cada texto de packet log.
– O comando logaddress_add_ex vai utilizar um token de prefixo único por instância para o endereço de log adicionado.
– Os comandos logaddress_token_secret e logaddress_add_ts permitem adicionar um prefixo como uma checksum de uma cadeia conhecida de caracteres secretos.
– Foi adicionada a mensagem “killed by the bomb” aos logs.

[ GERAL ]
– As equipas podem agora votar em assuntos de equipa independentemente.
– Foi resolvido um problema em que as mangas interpenetravam nas luvas.
– Os valores de brilho dos jogadores visíveis por espectadores foram ajustados para tornar transições de estados mais percetíveis.

[ OSX ]
– Correção de artefactos de limite (boundary artifacts) CSM no Macbook Pro com Iris.

[ MAPAS ]
– Overpass
— Foi adicionada uma área obstruída ao teto por baixo do local de bomba A e dentro do conector para impedir que os molotovs se espalhassem para as áreas em cima.

– Cobblestone
— Foi removida uma trave do drop room (a divisão para onde os terroristas podem cair, na direção do local B), que obstruía a visão para a porta.

– Nuke
— Era possível espreitar por um espaço específico ao saltar, algures entre a base dos CTs e a área Mini. Esta situação foi resolvida.
— Foram corrigidos vários bugs comunicados na página CSGOBugTracker.com

– Cache
— Foi corrigida a distância de desvanecimento do modelo do camião na base dos CTs

Detalhes da atualização de 3/2/2017

[CS:GO]
– O mapa Dust II foi substituído pelo mapa Inferno no grupo de Serviço Ativo.
– Foi criado um grupo de mapas separado só com o Dust II para os modos de jogo Casual e Deathmatch.
– O grupo de Reserva foi separado nos grupos de Reserva e de Missões de Reféns.

[GERAL]
– Por predefinição, os jogadores podem agora aplicar grafítis rapidamente pressionando e largando a tecla do menu de grafítis. Isto pode ser desativado a partir do menu de grafítis. Para remediar qualquer tipo de confusão inicial que esta alteração possa causar, adicionamos uma carga adicional a todos os grafítis abertos.
– Os materiais de água usados nos mapas Inferno, Nuke e Aztec foram otimizados.
– Foram adicionadas as convars mp_teamscore_max, mp_teamscore_1, mp_teamscore_2 para apresentar as séries melhor de N na interface de espectador.

[MAPAS]
– Dust2
— Foi resolvido um problema com vários locais em que o C4 ficava preso

– Cobblestone
— O cubículo perto do fim das escadas no local de bomba B foi aprofundado
— Foi alisada a deslocação entre a rampa de B e uma divisão próxima
— Foram resolvidos alguns problemas com vários locais em que o C4 ficava preso (Agradecimentos a Residents_evil!)
— Foram resolvidos alguns problemas com várias superfícies em que o som errado dos passos era reproduzido

– Overpass
— Foram resolvidos alguns problemas com vários locais em que o C4 ficava preso (Agradecimentos a kame942!)
— O chão na base dos CTs agora apresenta decalques corretamente
— Foram resolvidos alguns problemas com várias superfícies em que o som errado dos passos era reproduzido

– Train
— Foram resolvidos alguns problemas com vários locais em que o C4 ficava preso